Todolist

Comece 2018 com o pé direito

Ano novo, vida nova!

Certamente, você já deve ter ouvido esta expressão, não é mesmo?

No inicio de cada ano, é comum pensar nos objetivos e metas do novo ano que está chegando. Mais comum ainda é
começar a pensar nessas metas, e se dar conta do que não conseguiu realizar no ano anterior.  Nesta hora, a desmotivação e as frustrações nos fazem companhia. Este é o momento em que faço um alerta importante: não se contamine com estes sentimentos. Sua capacidade de traçar e conquistar objetivos não está em cheque.

Talvez, no ano anterior, você tenha se distanciado do que desejava, dos seus planos… e até de si mesmo!
As vezes nos deixamos levar pelo estresse e dificuldades da rotina. Apenas isso. Não pense que você é incapaz, ou que não consegue realizar nada do que se propõe. Estes são os pensamentos que não te fazem progredir. Pense apenas em recomeçar…Este é o seu momento!

A palavra chave é PLANEJAMENTO e ORGANIZAÇÃO. Incluir estas praticas na sua rotina vão trazer resultados incríveis para sua vida. Acompanhe essas dicas que são muito eficazes na hora de fazer seu planejamento pessoal.

Faça o quanto antes, e comece seu 2018 com o pé direito!

Grande abraço

Psicóloga Daniela.

Como construir meu planejamento de forma organizada?

Objetivos: Tenha clareza do que deseja e encontre o sentido de todos os seus objetivos, isto será fundamental na hora de persistir no seu propósito! Pense na sua vida em diferentes aspectos:

  • O que desejo conquistar para minha vida profissional e social?
  • O que quero modificar em minha vida, nos meus comportamentos e escolhas?
  • Por qual motivo este objetivo é importante para mim?
  • Como esta nova pratica vai interferir de forma positiva em minha vida?

Organização: Encontre a melhor forma para fazer seu planejamento. Pode ser através de listas, cartazes, agendas, agendas virtuais, aplicativos… Enfim, escolha o que melhor se adapta a sua realidade. O importante é que seja de fácil visualização e manejo, pois você precisará ter intimidade e contato diário com seu planejamento.

Prazos: Você pode pensar em construir metas de curto prazo (6meses) ou longo prazo(ao longo de 12 meses ou mais). Pense:

  • O que vou conseguir realizar nos primeiros 6 meses deste ano?
  • O que precisará de mais tempo para eu conquistar?

Equilibre metas com bem-estar: Escolha metas e formas de alcançá-las, que se encaixam em sua rotina com bem-estar. A mudança deve respeitar suas limitações, sejam elas emocionais e/ou questões mais páticas.
Lembre-se: o que ocorre de forma gradual se torna duradouro!

Saiba usar o que está a seu favor: Pense em suas qualidades, e quais delas serão ferramentas importantes para atingir seus objetivos. Da mesma forma, pense nos recursos em seu contexto de vida que possam te auxiliar neste processo (tempo disponível, recursos financeiros, oportunidades gratuitas, habilidades, etc).

Administrando seu tempo: Tem uma rotina corrida e precisa incluir novas atividades? Está com tempo livre e não consegue usá-lo a seu favor? Comece a pensar em como você está organizando seu tempo. De nada irá adiantar construir suas metas se você não souber encaixá-las de forma prática em sua rotina.

Mantenha-se motivado: Uma das maiores dificuldades em permanecer em um objetivo é o nosso distanciamento! Fique atento em quantas vezes na sua semana você está
se dedicando e pensando em seu planejamento. Lembre-se dos motivos que te fizeram iniciar. Se for preciso, reescreva-os! Não deixe que seus objetivos voltem a ser apenas ideias e sonhos.

Estratégia de ação: Tenha um plano de ação para cada objetivo. Mas cuidado! Uma das principais armadilhas no caminho é achar que não está avançando e acabar desistindo. Crie “submetas” entre o primeiro passo e a conquista final do seu objetivo: elas te ajudarão a mostrar que você está no caminho certo e que está progredindo.

  • Como irei atingir este objetivo?
  • Que ações preciso realizar para colocá-lo em pratica?

Padronize sua organização: Tenha um padrão para se organizar. Crie uma rotina para executar seu planejamento.

Determine prioridades: Seja no trabalho ou na vida pessoal, precisamos determinar prioridades. Podemos ter muitos objetivos, mas olhar para tudo ao mesmo tempo não nos auxilia em nada. Então, eleja suas prioridades!

Gerencie seu estresse: É natural criarmos expectativas, quando construímos objetivos e metas. As vezes, surgem imprevistos ao longo do percurso, e precisamos ter jogo de cintura para driblar essas dificuldades e reorganizar nosso planejamento. Quando por alguma razão não conseguimos gerenciar nosso estresse, a expectativa se transforma em ansiedade e frustração.
Isso é muito comum que aconteça, então fique atento também ao aspecto emocional!

Bônus:  Seu pensamento pode ser seu maior inimigo na hora de construir seu planejamento. As vezes, desejamos um ideal para nossos objetivos, assim como, podemos desejar também coisas que não dependam de nós e de nossa escolha. Fique atento aos seus desejos, eles devem depender exclusivamente de você. Você é o único responsável pelas suas ações!

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Fechar Menu